Terça-feira, 29 de Setembro de 2009

outono...

 

 

folhas caídas

             entristecidas 

             em mil cores estarrecidas

             ou

             árduo ciclo de e de um todo em que nada se perde....

 

           

            olho ao redor

            e tanta exuberancia caída

            num triste sorriso por vida....

 

foto- Patricia Beites

Academgorodok

 

 

 

 

sinto-me: uma folha caída
música: in bistrot caffe-Guarda
tags:
conteúdo da autoria de jabeiteslp às 21:49
link do post | comentar | favorito
|
29 comentários:
De UmaRapariga a 1 de Outubro de 2009 às 15:49
Boas Tardes!

Tão boas estas tardes de Outono, em que o sol nos aquece o corpo e a alma, enquanto vemos as folhas cair... A renovação... O som das folhas a estalar quando as pisámos... Aquela mistura de cores...

A estação das tardes na cama e dos abraços aconchegantes (que no Verão mal se suportam)...

(Os meus afazeres impediram-me de consultar o site mais cedo...
Se bebo uma caipirinha preta contigo? - Se nos encontrarmos um dia...
Porque não?)

Como anda essa alma?
De jabeiteslp a 1 de Outubro de 2009 às 21:14

perseguida
mas antes que tudo
olá...

são um a delícia dos deuses terrenos
as caipirinhas ...

gosto como escreves
leve e ondulante calmaria...
De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 18:16
Às vezes leve e ondulante,
outras perdida e errante...

Hoje, enquanto caminhava por entre o frio e sombrio amanhecer, na minha cidade, pensava eu que ia ser um dia tranquilo, solitário, de harmoniosa comunhão com a vida, dado o meu estado zen imposto por uma noite muito bem passada...

Mas, breves horas passadas e já tentavam solenemente agitar e poluir a minha (raríssima!!!) calmaria...

E, a meio da tarde, aquele sentimento sentido enquanto caminhava sozinha por entre o escuro amanhecer, parecia nunca ter tido lugar em mim...

Porquê é tão difícil viver a vida num estado de tranquilidade permanente??? Não há ioga, pilates, reiki ou qualquer outra terapia calmante que garanta a permanência daquela... daquela... daquela... Paz!

Quero ter outro amanhecer como o de hoje!!! Quero sentir-me sozinha na cidade, sentir o frio na pele, sentir que os dias feios, frios e escuros conseguem ser tão belos e apaziguadores...
Sim, sentir que os dias feios, frios e escuros conseguem ser belos e apaziguadores!!!

Os deuses terrenos, ou alguns deuses terrenos, são capazes de dádivas bem mais gostosas que as caipirinhas...

Sabias?

E agora com a chegada deste frio tão bom...

Vivam os deuses terrenos tal qual eu gosto deles!!!

E essa alma sempre atormentada...

Aconselho uma deusa terrena...

Acompanhada de caipirinhas, vá :)

De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 18:55

não seria mau
mas
o "notorius" da questão
impede qualquer solução
fico pelas caipirinhas de vodka...

no bom de te ver por cá...



De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 19:05
o "notorius" da questão
impede qualquer solução?

Não percebi!

Porque é que impde qualquer solução?

Se estás vivo, tem solução...
Ainda que não a perfeita...
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 19:16

que dizer-te
medo ?
acho que é isso
e a talquestão do "pensar"

passarinho na gaiola invisivel
cativo de 24 anos consecutivos...

tenta imaginar

terão medo de mim


De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 19:34
Medo... Terão medo de ti ou tu medo dos outros???

Acho que a questão será mais essa...

Medo do desconhecido; medo de sonhar; medo de falhar...
Mas o medo faz parte da condição humana...

Cativo de 24 anos consecutivos na gaiola invisível???
De que falamos ao certo?

Que idade tens, já agora?

De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 19:47

não
medo de mim...

leitura de pesamento e pessoal... 24 anos
qu depois poem a circular na rua
chato não é ?
e não tenho medo de nada...

fifty six

De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 19:49

não te identifiques
pois como é usual
vão fazer-te a vida num inferno...

só por estas linhas que escreves
acredita...
De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 21:12
Devia estar mesmo com fome, pois não vi o teu post das 19H49!!!
Eu não tenciono identificar-me!
A menos que me estejam a interceptar as conversações, bem como a rastrear os IP's que uso, não me parece possível, ou sequer provável que me identifiquem...
Posto isto, porquê o olha para o que eu digo, não para o que eu faço?
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 21:26

mas acredita que conseguem...

e nem uma coisa nem outra
a quadrilha tenta abafar a verdade...

sabias que cada vez que quase os identifico
me aparece algo ou alguem que me despista ?

estende-se até onde possas acreditar...

devo ser mesmo aberrante ...

De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 19:59
Deve ser da fome...
Não percebi patavina (ou patabina, como nós cá dizemos) :)

Tenho de confessar que a primeira coisa que me passou pela cabeça ao ler o que escreveste foi: "Era padre!"

Andaste 24 anos a pensar?

Não estou a brincar! Estou a entrar em descompensação de tanto trabalho e dá-me para estas coisas...
As tais deambulações...

Aliás, tinhas percebido que as DeambualçõesDeUmaRapariga e UmaRapariga são a mesma pessoa, certo?

Não tens curiosidade em saber a minha idade?

Mas, e dado que vou pausar para um lanchinho, fica a pergunta:

O que aconteceu em ti para que algo despertasse 24 anos depois?

Tens mesmo de me explicar!!

E tem lá calma que eu não tou a dizer que tens medo!
Mas aliás, não tens medo de nada??? Balelas, todos temos medo de alguma coisa. Ora essa!!! Não fosses tu tão humano quanto eu!!!
De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 20:50
Pronto!
O estômago sossegado, o cheirinho a café e os livros em pilha...
O verdadeiro Outono!
Que saudades tinha eu destas horas e horas dedicadas ao estudo, quentinha e confortável enquanto via lá fora a vida passar.

O meu sonho sempre foi ter uma profissão que me permitisse não viver no mundo real a tempo inteiro...
Que me permitisse ter momentos de verdadeira reclusão, indagação, reflexão...

Acho que, e após um ano de desnorte completo, me reencontrei.

Mas como os existencialista, como nós, nunca estão bem enquanto não criam a próxima dúvida e problema existencial... temo ser esta sensação "sol de pouca dura".

A vida é mesmo sempre a perder?
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 21:12

a vida é sempre a perder
por não a viver...
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 21:07


e se não fosse humano ?
já te dei a entender que era maldito...

sei que és
e alem de ser
gosto do vivaz do teu ser...
e penso que serás uma boazona do caraças
(desculpa o termo)

padre ?
gosto de uma boa troca verbal
e sem receio
sabias que padres e freiras
serão o ultimo recurso da humana causa ?
e quase fui para padre ?
e conheço muitos padres ...
alguns já morreram
de tantas religiões...
-----------------------
não despertou
acabou comigo
naquilo que acreditava
percepção e leitura de mente tambem etc.
uma das Mónicas da Guarda...
mas valeu a pena
uau
noitadas de aventura
no fio da navalha por assim dizer...
agora
estou normal mas
esperar é um dom
que eu não tenho...
e as marcas ainda gritam...

sabes que tentaram matar-me já umas 6 vezes ?
estive quase 10 anos de cama
fui milagrado
e tou pró que vier
mas um BIN LADEN não
que como tu dizes
somos humanos...

There was a litle smile
very very fine
you


gostaria de enviar-te
musicas e filmes que nunca viste
que não ouviste

mas o status obriga...












De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 21:28
Finalmente, um bocadinho mais de ti.

Espero não me arrepender.

Devo ter medo de ti? Eu devo ter medo de ti?

Posto isto:
Maldito? Porquê?

Sei que não sabes quem sou e provavelmente nunca saberás, mas desde já adianto que tenho uma propensão para a atracção pela descoberta do que está por detrás da maldição.
Ou não estivesse a minha vida karmicamente destinada a lidar com ela…

Uma boazona do caraças, por dentro serei sempre;)
Por fora…
Ora,
Sucede que o que nós somos por fora, pouco importa!

Há 24 anos algo acabou contigo…
Eu nasci há 25 anos…
Nunca te poderia ter salvo…
Porque ninguém te salvou?
Porque não querias ser tu salvo?

E as noitadas no fio da navalha, estonteantes noitadas valeram a pena, mas roubaram-te a vivacidade.

10 anos de cama? 6 tentativas de homicídio…
Porquê? Quero saber!

Que status obriga a não partilhar músicas e filmes que merecem ser visualizados?
De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 21:41
Já percebi!

Diz-me só por que artigos te valeram os 24 anos...
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 21:55

não sei
desde miudo penso eu
e tudo se conjuga...

mas mais actualmente
sei lá
os meus estudos em inventos ?

mecanica aplicativa em aeronautica e armamento ?
sei lá ?
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 21:49
segurança tua...

e o que somos por fora
mais usual atrai nos tempos de agora...

tens o meu mail no perfil
experimenta mandar-me um ...

logo sentirás...

já te disse que me apagaram dois comentários...


e aqui estão tal como foram escritos:

comentário
so_much_more , mas anónimo
É ?
resposta minha
É

ficas a saber que
quando entrei em contacto com essa pessoa
a verdadeira(uma das Mónicas da Guarda)
me caiu o carmo e a trindade em cima...


De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 21:56
Fiz duas perguntas bem objecivas:

Eu devo ter medo de ti?

Por que artigo te valeram os 24 anos?
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 22:12
não é de mim que deves ter receio
é das pessoas que te rodeiam
se sabem que nos contactamos...

e dos 24 anos está acima escrito
e não serão só 24
mas bem...

tambem perdi memória no acidente que tive...

mas diz-me
é interessante esta minha história ?
acho que é
mas só consigo enquadrar retalhos
e não uma completa descrição

pequenos fragmentos
que aparecem de vez em quando...

escreves um livro ou algo assim...

De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 22:33
Estive a reler os nossos post trocados hoje e devo dizer que não faz grande sentido o que estás a dizer...

Senão vejamos:
1.º
Não me posso identificar porque terei chatices.
2.º
Se quiserem descobrem quem eu sou.
3.º
Apagam-te comentários.
4.º
Quando contactas uma das mónicas da guarda, cai-te o carmo e a trindade em cima.
5.º
Quando os estás quase a descobrir, algo te impede.
6.º
És maldito, segundo dizes.
7.º
Estás normal, mas as marcas ainda gritam.
8.º
Estivesse 24 anos numa gaíola invisível.
9.º
Depois, puseram-te de novo na rua.
10.º
Tentaram matar-te seis vezes.
11.º
Estivesses 10 anos de cama.
12.º
Foste milagrado.
13.º
Não podes partilhar videos ou músicas porque o status te impede.
14.º
Sã calhar não és humano.
15.º
Quem souber dos nossos contactos é perigoso para mim,
16.º
E devo ter medo dessas pessoas
17.º
Afinal, não foram bem 24 anos.
18.º
Tiveste um acidente e não te lembras de tudo.

E perguntas se a tua história é interessante???
Se fizesse algum sentido até poderia ser, mas assim desculpa lá mas não percebo um carago.

Já pensei que foste padre, que tiveste problemas com drogas, problemas com mulheres, problemas com raparigas, que tiveste preso, que tiveste na guerra, que és da secreta, que tens uma panca muito grande e que me estás a dar uma tanga do carago...

Estou perdida, portanto.

Desculpa lá se a minha siceridade fere a tua sensibilidade, mas efectivamente isto está a ficar muito estranho...
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 22:50

e acredita que é ...
e acredita tambem
que nem cadastro tenho...nada e limpinho

queres que ponha no blog a musica que mais gosto ?
a letra nem por isso
mas parte dela
é como palavras com canela...


De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 22:53
Estava em movimento, daí a demora...

Se não quiseres pôr no blog, manda para o mail...

Sabes qual é não sabes?
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 23:00

descuidei o pormenor
e penso que não chegará lá...

em movimento ?
hoooooo
De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 23:15
:)
Acabei de sair do escritório... Vim para casa...

É que as boazonas por dentro, não têm saídas à sexta à noite... :)

O mail é anji.nha92@hotmail.com

Mas então qual é a tua teoria sobre a tua história?
De jabeiteslp a 2 de Outubro de 2009 às 23:28

não será só por dentro...

e a teoria é:
não sei porquê...

vou mandar a musica
mas vê tambem o filme com ela
3o minutos mais ou menos....
De UmaRapariga a 2 de Outubro de 2009 às 23:52
Ouvi a música, mas não tinha menhum vídeo. Só os efeitos do mediaplayer...

A música é gira e tal... Mas pouco prática.

Isto ao fim de uma ou duas relações desastrosas... as coisas são bem mais práticas! Nada de melices e coisas do género...

É bastante mais saudável...
De jabeiteslp a 3 de Outubro de 2009 às 00:02

já está lançado
é que tem muitos bites...

mas tem o seu quorum...

Comentar post

.jabeiteslp

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Ana Moura

. Viva o Verão na Benqueren...

. Ao Dr. liu Xiaobo...

. Nascente do Mondego

. Festas de Verão

. Nuvens de por do Sol...

. Encantos da Serra

. Marchas Populares da Covi...

. Impressionante Banda da F...

. 1900 metros de Natureza

. Torneio de Malha

. Rampa dos Calhaus da Serr...

. Cerimónias

. Benção das Pastas 2017 da...

. Pela noite das Nuvens e o...

. IV Edição do Pâmpano na B...

. Já b´UBI&Tokuskopus no At...

. 1º de Maio 2017 na Covilh...

. Cidade da Guarda

.Videos

.Visitas desde 4-3-09

.arquivos

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009