Domingo, 10 de Outubro de 2010

140 anos

 

se o imortal teu e meu

não marcar esta Cidade

algo no tempo desvanece em tristeza

tua e minha

seja pela mão de palavras agradadas

basófias desfiadas

ou arautados complementos vigentes

 

esta tua e minha

Cidade tu e eu

morreu...

 

que raio lhe deu ?

 

de um cruzado e chilreado anoitecer

sem sombras de dormidos sonhos esquecidos

Cidade tu e eu

só no verbo de uma noite aconteceu

 

"aperta-me no teu peito

desculpa este meu jeito"...

 

mas encosta-te a mim...Cidade

deixa-me subir

não me espezinhes

ao cair...

 

140 anos

 

 

 

 

 

 

 

 

conteúdo da autoria de jabeiteslp às 22:15
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Abril de 2009

...

como gosto de ti

decerto tu de mim

sempre comigo e eu contigo

o nosso abrigo

das horas perdidas e noites bebidas

lembras-te ?

a 180 e rock a condizer

quase deixá-mos de viver

Terreiro das Bruxas e mais alem do Sabugal

dá igual

encontrá-mos Mónicas de todos os feitios

tu e eu nos cornos dos desafios

aqueles

aqueles de nervo e percepção

que por aberração

até aquele do Porshe do Fiat e das marcas mais que tais

num acto fundamental

nos enredaram à simples razão

mas porquê ?

num acto de tanto retrato

seja Seat

ou o copo mais barato

tantos rostos ao mais simples desacato

de facto

nas simpatias do mundo

fize-mos do tempo vagabundo

o Anibal, o Valente deputados e vereadores

professores

bloguistas de todos os sabores

os nossos amores

doutores

e como gosto de ti

Garrida Katedral Ora Viva Etc e Dança Comigo

Manteigas Guarda ou Famalicão

noites e mais noites

Peraboa Caria Belmonte e Fundão

sempre nós dois por e nada por solução

perdidos ?

das Sés ao labirinto

sempre magoados feridos mas nunca vencidos

sempre queridos ?

uau, os rostos de simpatia

os de todas as boazonas

lembras-te daquelas ? todas elas ?

e aqueles de momentos passados

vidas deles

tambem desencontrados ?

estavas cá fora decerto numa lágrima do teu sentir

e de todos os engates por definir

foste aquele do regresso nunca encontrado mas magoado

à Covilhã de tantas ou mais horas num presente passado

foi não foi ?

rastreá-mos as mentes e bairros e até gentes

como gosto de ti...

( nome - Corsa

  B.I.      - 71-0?-FL

  altura - 1195 cc )

 

 

sinto-me: sei lá
música: em silencio
tags:
conteúdo da autoria de jabeiteslp às 16:25
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 9 de Abril de 2009

Poema

por desenhar ficou

esse teu eu que tanto procurei

procurada forma de olhar

desencontrada maneira de andar

mesmo a côr dos teus olhos

não deslindo à noite ao sonhar

nem se ganchos usas nos cabelos

num sopro de vento que os fazem soltar

 

as tempestades passam por mim

destroiem o ego já pouco de te desenhar assim

morre mais um dos tantos que há em mim

 

jabeiteslp

sinto-me: assim
música: silencio
tags:
conteúdo da autoria de jabeiteslp às 18:50
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.jabeiteslp

.Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. 140 anos

. ...

. Poema

.Videos

.arquivos

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009